RESERVE ONLINE QUIOSQUE ONLINE

Tons do deserto

Antes da entrada no pinhal e da chegada ao Cavaleiro, areias e arenitos de tons fortes e quentes, são sinais de épocas de clima tropical. Os seus tons avermelhados resultam da acumulação de óxidos de ferro.

Único no mundo

Esta costa é o único local no mundo onde a cegonha faz ninho nos palheirões. Na Primavera é possível observar discretamente os rituais de acasalamento, a minuciosa construção do ninho e os cuidados com as crias. Não disturbe os animais quando tirar fotografias.

Farol do Cabo Sardão

Planeie uma paragem no farol do Cabo Sardão, vale mesmo a pena. Este farol tem uma característica única: está construído ao contrário de todos os outros, ou seja, com a porta de entrada virada para o mar e o farol voltado para terra!

Falcão Peregrino

Estas falésias são local de nidificação de mais de 20 espécies de aves. O falcão peregrino, uma das espécies mais emblemáticas que poderá encontrar, é o animal mais rápido do mundo. O seu voo picado chega a atingir 300 km/h!

Portinhos de pesca artesanais

Lapa das Pombas e Entrada da Barca são os dois portinhos de pesca artesanal ainda em funcionamento que vai descobrir, pequenas enseadas protegidas por falésias altas que servem de abrigo natural às embarcações.

Trilho dos Pescadores


 

Almograve » Zambujeira do Mar

22 km

 
 
 

Portinhos de pesca artesanais, dunas avermelhadas, o perfume dos pinhais  e o espectáculo único no mundo das cegonhas que nidificam nas falésias, tornam esta caminhada num verdadeiro bálsamo para os sentidos.

 



 
ABRIR MAPA

As falésias altas e escarpadas deste troço, apesar de expostas ao vento salgado e teimoso do mar, são local de nidificação de mais de 20 espécies de aves! É o caso da gralha de nuca cinzenta, do corvo-marinho de crista, do peneireiro, do pombo das rochas, da cegonha branca, do falcão peregrino e do rabirruivo preto.

Vale a pena permanecer em sossego e discretamente vigiando a falésia de cima, apreciar o voo destas aves, de forma especial durante a Primavera e junto ao Cabo Sardão.

Ao longo da costa encontra sinais de paleoclimas, ou seja, climas do passado que ficaram “escritos” nas rochas. Repare nas dunas consolidadas, ou seja, dunas antigas em que a areia já se tornou rocha. Elas formaram-se quando o mar estava mais de 100 metros abaixo do nível actual, o que significa que a praia estava a mais de 60 km de distância para oeste.

Sobre estas dunas foi possível encontrar vestígios de patuscadas dos homens pré-históricos e conchas de animais típicos de climas muito frios, sinal das glaciações que ocorreram no passado. Mas também temos sinais de épocas de clima tropical ou quase. É o caso das areias e arenitos com impressionantes tons avermelhados, resultado da acumulação de óxidos de ferro.

 

+

Dicas


Abastecimento durante o percurso

- Ao km 9.5, passa pela aldeia do Cavaleiro

- Ao km 18, no porto de pesca da Entrada da Barca tem dois restaurantes parceiros da Rota Vicentina, O Sacas e A Barca Tranquitanas.

Encurte esta etapa

Do Almograve, apanhe um táxi até ao porto de pesca da Lapa das Pombas (3.5 km) e da Zambujeira até ao porto de pesca da Entrada da Barca (4 km).


Troço ciclável

O único troço que poderá ser percorrido de bicicleta no Trilho dos Pescadores no Alentejo é nesta etapa, entre o Farol do Cabo Sardão e a Entrada da Barca.

Na descida para o portinho de pesca terá que carregar a bicicleta às costas, por uma vereda íngreme. Em alternativa faça o desvio em direcção ao Touril até se cruzar com a estrada asfaltada. Vire à direita, em direcção à Entrada da Barca. Daqui até à Zambujeira do Mar, também é ciclável.

 
FECHAR



 

Onde Começar

Almograve:

Na rotunda, seguindo em direcção à praia da Foz dos Ouriços pelo trilho da ETAR.

Zambujeira do Mar:

Na Capela de Nossa Senhora do Mar, em direcção à praia de Nossa Senhora e porto de pesca da Entrada da Barca.

Ficha Técnica

GRAU DE DIFICULDADE: ALGO DIFÍCIL
EXTENSÃO: 22 KM
DURAÇÃO APROXIMADA: 7 HORAS
SUBIDA ACUMULADA: 203 M
DESCIDA ACUMULADA: 193 M
ALTITUDE MÁXIMA: 90 M
ALTITUDE MÍNIMA: 4 M
ÉPOCA ACONSELHADA:
SETEMBRO A JUNHO
 
+

Avisos Importantes

Entre a Entrada do Pau e a Ponta da Carraca o trilho faz um desvio para o interior entrando numa zona de pinhal, de forma a evitar uma faixa de costa com um elevado grau de erosão. Por uma questão de segurança e de preservação ambiental, esteja atento e respeite este desvio.

Contamos com o seu cuidado!

 
FECHAR

REGRAS E RECOMENDAÇÕES

NÚMERO MÁXIMO DE 20 PESSOAS POR GRUPO. PARA FAZER EXCLUSIVAMENTE A PÉ
É PROIBIDA A CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS NAS DUNAS
É PROIBIDO ACAMPAR EM TODO O TRILHO DOS PESCADORES, PROCURE OS PARQUES DE CAMPISMO
PERCURSO NÃO RECOMENDADO A PESSOAS COM VERTIGENS OU MEDO DE ALTURAS
AS ARRIBAS SÃO SISTEMAS EM PERMANENTE PROCESSO DE EROSÃO, O SEU PISOTEIO REPRESENTA PERIGO DE QUEDA
A MARCAÇÃO SEGUE OS TRILHOS SELECCIONADOS PARA UM MENOR IMPACTO NA NATUREZA, RESPEITE-OS
VÁRIAS ESPÉCIES DE AVES NIDIFICAM NAS FALÉSIAS, PROTEJA-AS DE QUALQUER PERTURBAÇÃO
A VEGETAÇÃO DAS FALÉSIAS CONTÉM ESPÉCIES RARAS, ENDÉMICAS E INFESTANTES. NÃO RECOLHA AMOSTRAS
AS FALÉSIAS APRESENTAM FORMAÇÕES ROCHOSAS E VESTÍGIOS ARQUEOLÓGICOS. NÃO RECOLHA AMOSTRAS
FRACO APOIO DE SERVIÇOS TURÍSTICOS AO LONGO DA ETAPA, LEVE ÁGUA E MANTIMENTOS CONSIGO
NÃO FAÇA FOGO
NÃO DEIXE LIXO E AJUDE-NOS, TRAZENDO O QUE ENCONTRAR
 




 

< ETAPA VILA NOVA DE MILFONTES » ALMOGRAVE



ETAPA ZAMBUJEIRA DO MAR » ODECEIXE >