RESERVE ONLINE QUIOSQUE ONLINE

A etapa do Canal

Entre Odeceixe e o Rogil, o percurso segue sempre junto ao canal de rega, onde poderá encontrar algumas margens obstruídas pela vegetação. Seja prudente e circule com atenção, seguindo as marcas que o guiarão sempre que tiver de trocar de margem para prosseguir o seu caminho.

Várzea de Odeceixe

À saída de Odeceixe passará junto ao centenário moinho de vento, onde é imperativo fazer uma pausa e apreciar a vista. Daqui vê-se toda a vila, a extensa várzea e a ribeira de Seixe que segue o seu rumo até ao mar.

Aproveite o Trilho dos Pescadores

Entre Odeceixe e Aljezur estão disponíveis dois circuitos complementares do Trilho dos Pescadores: Praia de Odeceixe e Praia da Amoreira. Escolha entre fazer os dois ou apenas um deles e torne esta etapa mais longa, aproximando-se da costa e das arribas.

Carraceiros

Junto ao trilho é normal avistar pequenas garças brancas que acompanham o gado que pasta. São chamadas de carraceiros. Estas aproveitam-se da presença das vacas ou ovelhas, que espantam as presas com os seus movimentos.

Caminho Histórico


 

Odeceixe » Aljezur

18 km

 
 
 

Há levadas no Sudoeste. Neste dia irá caminhar ao longo do canal de rega do Mira, numa paisagem de vistas desafogadas, com a serra a nascente e o Atlântico a poente. À sua escolha terá dois percursos complementares que permitem chegar às arribas da costa e conhecer de perto as praias de Odeceixe e da Amoreira.

 



 
ABRIR MAPA

Esta caminhada pelo planalto litoral atravessa campos agrícolas com batata-doce, milho, amendoim ou tomate, intercalados por manchas de pinhal e eucaliptal. Junto às povoações e aos montes, surgem hortas e pomares, com oliveiras, limoeiros, laranjeiras, nespereiras e figueiras.

Muitas aves coabitam placidamente com o Homem nestas áreas. Os cantos que mais se destacam na Primavera são dos abelharucos e cucos. A água é abundante, trazida pelos canais provenientes da Barragem de Santa Clara (até há pouco tempo a maior barragem portuguesa). O perímetro de rega do rio Mira, que acompanha grande parte deste percurso, abrange boa parte do planalto litoral do sudoeste português, desde Vila Nova de Milfontes até ao Rogil.

Os rebanhos de vacas ou ovelhas marcam presença neste percurso. Os pastores encontram-se com frequência, acompanhados dos seus fiéis cães, com quem estabelecem interessantes mas complexas formas de comunicação. É espantoso como os cães pastores compreendem uma linguagem feita de breves assobios e gestos discretos, conduzindo o gado de forma absolutamente eficiente.

Já no final da etapa, a água continua a dominar a paisagem, desta vez no belíssimo vale da ribeira de Aljezur, cuja galeria ripícola se vai alterando gradualmente em direcção ao mar. Por fim, surge Aljezur, recostada ao abrigo das brisas do mar, voltada para o vale, de solos fecundados pela ribeira em cada cheia.

 

+

Dicas


Abastecimento durante o percurso

- Por volta do km 5, fazendo um desvio do canal de rega de cerca de 600 metros, chega a Maria Vinagre

- Ao km 9, atravessa a aldeia do Rogil

 


Estenda esta etapa com o Trilho dos Pescadores

Entre Odeceixe e Aljezur estão disponíveis dois percursos complementares do Trilho dos Pescadores: Praia de Odeceixe e Praia da Amoreira. Escolha entre fazer os dois ou apenas um deles e torne esta etapa mais longa, aproximando-se da costa e das arribas.

Odeceixe – Aljezur: 23 km (com o Circuito Praia de Odeceixe ou Circuito Praia da Amoreira); 28 km (com os dois circuitos).

 
FECHAR



 

Onde Começar

Odeceixe:

Após a ponte sob a ribeira de Seixe, entrando na vila e subindo em direcção ao moinho de vento.

Aljezur:

Junto ao mercado de Aljezur, seguindo em direcção ao Museu Municipal, onde deve virar à direita e descer a Rua Dr. Viriato França, saindo da vila.

Ficha Técnica

GRAU DE DIFICULDADE: FÁCIL
EXTENSÃO: 18 KM
DURAÇÃO APROXIMADA: 6 HORAS
SUBIDA ACUMULADA: 123 M
DESCIDA ACUMULADA: 108 M
ALTITUDE MÁXIMA: 112 M
ALTITUDE MÍNIMA: 0 M
ÉPOCA ACONSELHADA:
SETEMBRO A JUNHO
 
+

Avisos Importantes

Junto ao canal de rega

Entre Odeceixe e o Rogil, o percurso segue sempre junto ao canal de rega, onde poderá encontrar algumas margens obstruídas pela vegetação. Seja prudente e circule com atenção, seguindo as marcas que o guiarão sempre que tiver de trocar de margem para prosseguir o seu caminnho.

A todos os BTTistas

Se estiver a fazer este percurso de BTT, na saída da vila de Odeceixe, opte por subir até ao moinho de vento pela Rua 25 de Abril, uma vez que o trajecto segue por escadas. Junto ao canal de rega seja cauteloso, o trilho é estreito e requer da parte do ciclista perícia e equilíbrio, de modo a evitar uma queda.

 
FECHAR

REGRAS E RECOMENDAÇÕES

A CIRCULAÇÃO DE VIATURAS MOTORIZADAS COLOCA OS CAMINHANTES EM RISCO
EVITE FAZER O CAMINHO HISTÓRICO DE MOTO OU JEEP, ESTUDE ALTERNATIVAS
NÃO FAÇA FOGO
VÁRIAS QUINTAS E REBANHOS SÃO PROTEGIDOS POR CÃES, CIRCULE COM PRECAUÇÃO.
CUIDADO COM O GADO. EMBORA MANSO, NÃO GOSTA DA APROXIMAÇÃO DE ESTRANHOS ÀS SUAS CRIAS.
OS CAMINHOS ATRAVESSAM PROPRIEDADES PRIVADAS, RESPEITE-AS E FECHE SEMPRE PORTÕES E CANCELAS.
FRACO APOIO DE SERVIÇOS TURÍSTICOS AO LONGO DA ETAPA. LEVE SEMPRE ÁGUA E MANTIMENTOS.
EM ALGUMAS SITUAÇÕES TERÁ QUE ATRAVESSAR ESTRADAS ASFALTADAS, TENHA ATENÇÃO
ENCONTRARÁ VÁRIOS LOCAIS IDEAIS PARA UM PIQUENIQUE, CARREGUE SEMPRE O LIXO CONSIGO.
SEJA AFÁVEL COM OS LOCAIS, APRESENTE O SEU PROPÓSITO E APROVEITE PARA PARTILHAR EXPERIÊNCIAS.